A VARIAÇÃO LINGUÍSTICA E O TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO: DISCURSOS (IN)FORMAIS

Auda Valéria do Nascimento Ferreira, Maria Auxiliadora da Silva Cavalcante

Resumo


 Este artigo apresenta uma análise de conteúdo das

idiossincrasias de dois alunos do ensino médio (re)

significadas a partir da leitura de textos dissertativo-

-argumentativos acerca da temática da variação linguística,

que corroboram com as prescrições dos

Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio

(PCNEM). O objeto é a abordagem das variedades linguísticas

segundo os pressupostos sociolinguísticos,

e o objetivo, contribuir com as pesquisas experimentais

em sala de aula que versam acerca desses pressupostos.

Fundamentamos este estudo com base em

Bortoni-Ricardo (2004), Faraco (2008) e Coroa (2008).

As análises apontam avanço significativo na compreensão

das variedades linguísticas por parte dos alunos.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17564/2316-3828.2016v4n2p33-42


Indexada em: