LIVROS DIDÁTICOS E MANUAIS PEDAGÓGICOS: o ensino de Matemática no Curso Primário dos anos de 1960

Claudinei Camargo Sant’Ana, Rosemeire dos Santos Amaral, Irani Parolin Santana

Resumo


Esta pesquisa é uma análise do ensino de Matemática no Curso Primário na década de 1960, a partir da abordagem nos manuais pedagógicos, em especial, nos livros didáticos e Programas da Educação. Este período foi marcado pela expansão da publicação e acesso popular ao livro didático por intermédio de empresas como a Comissão do Livro Técnico e do Livro Didático (COLTED) e acordos firmados entre o Ministério da Educação (MEC) e a Agência de Desenvolvimento Internacional dos Estados Unidos (USAID). Editoras como Abril Cultural se empenharam em divulgar materiais didático-pedagógicos em bancas de jornal e revistas, os intitulados “livros de bolso”. Obras como Aritmética (LOPES; CARMO; PRIMA, 1962) – componente do Programa de Emergência do Governo do Brasil-, O Currículo Primário Moderno (RAGAN, 1964) e Matemática na escola primária moderna (OSÓRIO; PORTO, 1965), bem como o PROGRAMA EXPERIMENTAL do Ensino Pré-primário e Elementar do Estado da Bahia (1944) e o Curso de Recuperação para Professores do Ensino Primário (1962) são concernentes para a discussão sobre a relação de produção dos livros didáticos e manuais pedagógicos e o ensino de Matemática nos anos de 1960.

Palavras-chave


Livros didáticos. Manuais pedagógicos. Ensino de Matemática. Curso primário.

Texto completo:

PDF

Referências


ABREU, Márcia; SCHAPOCHNIK, Nelson (Orgs). Cultura letrada no brasil: objetos e práticas. Campinas, SP: Mercado das Letras, Associação de Leitura do Brasil (ALB)/ SÃO PAULO: FAPESP, 2005 (Coleção Histórias Da Leitura).

AGUAYO, Alfredo Miguel. Didática da Escola Nova. Série 3, vol. 15, 8ª edição. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1935. Disponível em: . Acesso em: 14 agos. 2014.

BAHIA. Programa experimental (Ensino Pré-primário e elementar). Departamento de Educação, Tipografia Naval. Bahia, 1944.

BAHIA . Projeto Cursos de Recupareção para o Ensino Primário, 1962.

BAHIA. Projeto de Unidade de Trabalho do Professor: Curso de Recuperação para o Ensino Primário, 1965.

BARONE, Jessica. Livros didáticos de matemática da editora FTD no cenário brasileiro: as primeiras décadas do século XX. Dissertação de Mestrado em Educação. UNICAMP, Campinas/SP, 2008.

BARRETO, Elba Siqueira de Sá (org). Os currículos do ensino fundamental para as escolas brasileiras. 2. ed. Campinas: Editores Associados, 2000.

CLEMENTE, Elvo. As faces da cultura. Porto Alegre: EDIPUCRS, 1998.

DASSIE, B. A.; COSTA, L. M. F. As Primeiras Experiências com o Movimento da Matemática Moderna no Colégio de São Bento. In: ENCONTRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Anais do III Encontro de História da Educação do Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, PUC-Rio, 2013. Disponível no Repositório Institucional da Universidade Federal Fluminense, https://sistemas.uff.br/jspui/handle/1/335

DEWEY, John. Educação e democracia. 5. ed. São Paulo: Melhoramentos, 1965.

FONSECA, Selva Guimarães. Caminhos da história ensinada. Campinas: Papirus, 1993.

HALLEWELL, Laurence. O livro do Brasil: Sua História. Tradução Maria da Penha Villalobos, Lélio Lourenço de Oliveira e Geraldo Gerson de Souza). 2. ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2005.

KRAFZIK, Maria Luiza de Alcântara. Acordo MEC/ USAID – A Comissão do Livro Técnico e do Livro Didático – COLTED (1966/1971). Dissertação de Mestrado defendida pelo Programa de Pós-Graduação em Educação (UERJ), Rio de Janeiro, 2006.

LIMA, José Milton; SILVA, José Divino; RABONI, Paulo César de Almeida (Orgs.). Pesquisa em educação escolar: percursos e perspectivas. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010.

LINDOSO, Felipe. O Brasil pode ser um país de leitores? Política para a cultura/Política para o livro. São Paulo: Summus Editorial, 2004.

LIPPMANN, Luciane. Matemática para a educação infantil. Curitiba: IESDE Brasil, 2009.

LOPES; Helena; CARMO, Maria Auxiliadora Passos; PRIMA, Rute Soares Ferreira. Aritmética. Empresa Gráfica da “Revista dos Tribunais” S.A., São Paulo, 1962.

MARQUES, Josiane Acácia de Oliveira. Manuais pedagógicos e as orientações para o ensino de Matemática no curso primário em tempos de Escola Nova. Dissertação (Mestrado). Orientador: Wagner Rodrigues Valente – Universidade Federal de São Paulo, Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Guarulhos, 2013.

OSÓRIO, Norma Cunha; PORTO, Rizza de Araújo. Matemática na escola primária moderna. Editora: Ao Livro Técnico S.A., Rio de Janeiro, 1965.

RAGAN, William B. Currículo Primário Moderno. Rio de Janeiro: Editora Globo, 1964.

RIGO, Kate Fabiani. Conflitos e identidades: a Ação Marista nos núcleos teutos do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2007.

SILVA, Sônia Firette Nunes. Geometria nas séries iniciais: Por que não? A escolha de conteúdos – uma tarefa reveladora da capacidade de decidir dos docentes. Dissertação de Mestrado em Educação Matemática. Universidade Federal do Paraná, 2006.

SILVA, Daiane Gomes da. O Livro didático no processo de ensino e aprendizagem da matemática? Considerações de professores de escolas públicas de Ji-Paraná. Trabalho de Conclusão de Curso Licenciatura em Matemática. Orientador: Aparecida Augusta da Silva. Universidade Federal de Rondônia, Ji-Paraná, 2014.

VALENTE, Wagner Rodrigues. Uma história da matemática escolar no Brasil, 1730-1930. 2. ed. São Paulo: FAPESP, 2007.

______. Livro didático e educação matemática: uma história inseparável. ZETETIKÉ. Cempem/FE: Unicamp, v. 16, n. 30, jul./dez., 2008.




DOI: http://dx.doi.org/10.17564/2316-3828.2015v3n2p77-86


Indexada em: