ANÁLISE DA TRAJETÓRIA DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE LIBRAS, DE UNIVERSIDADES PÚBLICAS PARANAENSES

Josiane Junia Facundo

Resumo


Esse artigo apresenta uma pesquisa realizada com professores de Língua Brasileira de Sinais - Libras de algumas Universidades públicas estaduais do Paraná. Por meio da análise do currículo da plataforma Lattes, buscou-se estudar a trajetória de formação dos referidos professores, tanto da formação acadêmica como na profissional, levando em conta o tempo de atuação na área educacional e na docência em Libras. As bases teóricas se fundamentam na literatura referente à Formação de professores e no Decreto nº 5626/05, que regulamenta a Lei nº 10.436/02 e traz os principais pontos de debate para o presente trabalho que põe em pauta a discussão acerca da formação do professor de Libras.

Palavras-chave


Libras. Formação de Professores. Universidade

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Secretaria de Educação Especial. Parâmetros curriculares nacionais: Adaptações Curriculares. Brasília, DF: MEC/SEF/SEESP, 1998.

BRASIL. Decreto Federal n 5.626 de 22 de dezembro de 2005. Regulamenta a Lei no 10.436, de 24 de abril de 2002, e o art. 18 da Lei no 10.098, de 19 de dezembro de 2000. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 2005.

CAIADO, K.; JESUS, D. M.; BAPTISTA, C.R . Educação Especial e Formação de Professores: Tendências e prioridades. In: CAIADO, K.; JESUS, D. M.; BAPTISTA, C.R.(Orgs.). Professores e Educação Especial: formação em foco. Porto Alegre: Mediação, 2011,v.2, p.7-16.

CARVALHO, T. S. S.; TAVARES, I. M. S.. Inclusão escolar e a formação de professores para o ensino de libras (Língua Brasileira de Sinais): do texto oficial ao contexto. In: Pesquisa em Educação: desenvolvimento, ética e responsabilidade social, 2010, Maceio. V EPEAL - pesquisa em educação: desenvolvimento, ética e responsabilidade social, 2010.

IMBERNÓN, F. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. São Paulo: Cortez, 2009.

ISAIA, S. M. A. Desafio à docência superior: pressupostos a considerar. In: RISTOFF, Dilvo & SEVEGNANI, Palmira (org.). Docência na educação superior. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2006. Coleção Educação Superior em Debate; v.5;

ISAIA, S.M.A.; BOLZAN, D.P.V. Construção da profissão docente/ professoralidade em debate: Desafios para a educação superior. In:CUNHA, M.I.(org.). Reflexões e práticas em pedagogia universitária. Campinas: Papirus,2007.

NÓVOA, A. (Org.). Vidas de professores. 2. ed. [s.l.]: Porto Ed., 1995.

PARO, V. H. Educação como exercício de poder: crítica ao senso comum em educação. São Paulo: Cortez, 2008.

QUADROS, R; CAMPELLO, Ana Regina e Souza. A constituição política, social e cultural da língua brasileira de sinais- Libras. In: VIEIRA-MACHADO, Lucyenne Matos da Costa; LOPES, Maura Corcini. Educação de Surdos: Políticas, Línguas de Sinais, Comunidade e Cultura Surda. Santa Cruz do Sul: Edunisc, 2010.

REBOUÇAS. Larissa Silva. A prioridade dos docentes surdos para ensinar a disciplina Língua Brasileira de Sinais (Libras) nas instituições de ensino superior após o decreto 5.626/2005. 2009. 171f. Dissertação de Mestrado – UFBA, Salvador, BA. 2009

ROMANOWSKI, Joana Paulin. Formação e profissionalização docente. 3.ed. rev. e atual. Curitiba: Ibpex, 2007.

SANTOS NETO, Elydio dos. Aspectos humanos da competência docente: Problemas e desafios para a formação de professores. In: SEVERINO, A. J; FAZENDA, I. C. A. Formação docente: Rupturas e possibilidades. Campinas: Papirus, 2002.

TAVARES, Ilda Maria S; CARVALHO, Tereza S. Santos de. Inclusão escolar e a formação de professores para o ensino de Libras (língua brasileira de sinais): do texto oficial ao contexto. Disponível em:

VITALIANO, Célia Regina.; DALL' ACQUA, Maria Julia C.; BROCHADO, Sônia Maria D. Língua Brasileira de Sinais nos currículos dos cursos de Pedagogia das Universidades Públicas dos Estados do Paraná e de São Paulo: caracterização da disciplina, Londrina: EDUEL, 2010




DOI: http://dx.doi.org/10.17564/2316-3828.2015v3n3p87-96


Indexada em: