Historiografia da educação: a imprensa enquanto fonte de investigação

Adriana Salvaterra Pasquini, Cézar Alencar Toledo

Resumo


Essa pesquisa é uma análise acerca da historiografia da Educação brasileira a partir da diversidade de fontes históricas. Ela utiliza a imprensa pedagógica ou não como principal fonte de pesquisa. O Objetivo é discutir a pesquisa histórica com fontes documentais como rico instrumento para a compreensão do processo histórico da educação porque fornece elementos que esclarecem os debates realizados na esfera social, e que nem sempre estão próximos dos setores formais da prática escolar. Partimos do pressuposto de que a análise da realidade educacional brasileira requer que a consideremos no contexto social no qual ela é inserida. Isto implica no conhecimento das relações econômicas e culturais que envolvem a história. Assim, questionamos: Como a imprensa e educação se coadunam enquanto objetos de análise do contexto educacional brasileiro? Quanto a sua metodologia, trata-se de uma pesquisa bibliográfica na área da História da Educação. Em termos de resultados, concluímos que a pesquisa possibilitou a compreensão de que a imprensa traz inscrita em suas páginas, elementos históricos que, seguramente, proporcionam o entendimento não só do processo educacional em si, mas dos debates havidos na sociedade em nome da realização de uma forma determinada de relação social na qual a educação desempenhava e desempenha papel relevante.

Palavras-chave


História da educação; imprensa; fontes históricas

Texto completo:

PDF

Referências


CARVALHO, C. H.; INÁCIO FILHO, G. Debates educacionais na imprensa: republicanos e católicos no triângulo mineiro – MG (1892-1931). In: SCHELBAUER, A. R.; ARAÚJO, J. C. S. (Org.). História da educação pela imprensa. Campinas: Alínea, 2007. p. 53-84.

ENGELS, F. Sobre o papel do trabalho na transformação do macaco em homem. Disponível on-line em: . Acesso em 20 de jun. de 2013.

HOBSBAWM, E. J. Sobre história. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

KOSIK, K. Dialética do Concreto. 4ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1976.

LEONEL, Z. Tendência Atual da História da Educação. In: SCHELBAUER, A. R.; LOMBARDI, J. C.; MACHADO, M. C. G. (orgs.). Educação em debate: perspectivas, abordagens e historiografia. Campinas: Autores Associados, 2006. p. 53-72.

MOREL, M.; BARROS, M. M.de. Palavra, Imagem e Poder: o surgimento na imprensa no Brasil do século XIX. Rio de Janeiro: DP&A, 2003.

NEVES, L. M. B. P.; MOREL, M.; FERREIRA, T. M. B.C. (orgs.). História e imprensa: representações culturais e práticas de poder. Rio de Janeiro: DP&A/Faperj, 2006. p. 9-15.

NÓVOA, A. A imprensa de educação e ensino: concepção e organização do repertório

português. In: CATANI, D. B.; BASTOS, M. H. C. (orgs.) Educação em revista: A imprensa periódica e a história da educação. São Paulo: Escrituras Editora, 2002. p. 35-47.

PAIVA, J. M. Colonização e Catequese. São Paulo: Arké, 2006.

PERIOTTO, M. R. O papel da imprensa no processo de construção da nação: a “vocação pedagógica” do Correio Braziliense. Revista HISTEDBR On-line. Campinas, vol.--, nº. 16, p. 61-83, 2004. Disponível on-line em: < http://www.histedbr.f

ae.unicamp.br/revista/revis/revis16/art5_16.pdf>. Acesso em 21 de jun. de 2013.

SAVIANI, D. O debate teórico e metodológico no Campo da História e sua Importância para a Pesquisa Educacional. In: SAVIANI, D.; LOMBARDI, J. C.; SANFELICE, J. L. (orgs.). História e história da educação: o debate teórico-metodológico atual. 3ª ed. Campinas: Autores Associados, 2006. p. 7-15.

SAVIANI, D. Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. 5. ed. Campinas: Autores Associados, 1995.

SODRÉ, N. W. A história da imprensa no Brasil. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1966.

VENÂNCIO F. F. Fontes para a história da educação no Brasil. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, vol. 5, n.º 15, p. 529-554, 1945.




DOI: http://dx.doi.org/10.17564/2316-3828.2014v2n3p257-267


Indexada em: