A docência sob suspeita: as representações de gênero no campo da educação

Alfrancio Ferreira Dias, Maria Helena Santana Cruz

Resumo


Este artigo aborda as representações de gênero no campo da educação, destacando as experiências de socialização do trabalho docente a partir das trajetórias escolares, familiares e profissionais, o sentido e significado do trabalho na perspectiva dos/as docentes e o trabalho como uma categoria central e imaterial na vida dos/as docentes. A metodologia utilizada neste trabalho apoia-se em análises de fontes bibliográficas e em resultados de pesquisas de campo com diferentes dimensões metodológicas. Infere-se que os/as docentes vivenciam as mudanças das relações no interior do trabalho e na família, atribuindo sentidos ao trabalho que realizam a partir de suas identificações como professores/as e homens/mulheres, construídas no decorrer de suas trajetórias.


Palavras-chave


Trabalho docente; Relações de Gênero; Sentido do Trabalho

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17564/2316-3828.2014v2n2p93-110


Indexada em: