Os concursos públicos para o magistério primário na província da Parahyba do Norte (1835 – 1864)

Rose Mary Souza Araújo

Resumo


O trabalho trata dos resultados de uma pesquisa acerca dos concursos públicos que foram efetivados na Parahyba do Norte entre 1835 a 1864. O objetivo foi analisar o processo de efetivação dos concursos para o magistério primário no contexto do movimento e constituição da formação de professores na Escola Normal paraibana. Toma-se os referenciais de Edward Thompson (1981) e Antonio Gramsci (1989) para dialogar com as fontes documentais. Estas foram: Leis, decretos e regulamentos que tratam da educação escolarizada, mais especificamente sobre os concursos públicos tanto locais como nacional; Discursos e mensagens elaborados pelos presidentes da Província da Parahyba do Norte; Relatórios produzidos pelos diretores da instrução pública dirigidos aos presidentes provinciais: Produção jornalística local. O mergulho nessa documentação permitiu perceber que houve esforço do poder público paraibano em normatizar o ingresso dos professores no magistério primário pela via do concurso. Entretanto, as evidências apontaram que a prática desses concursos esteve articulada com os interesses de grupos políticos locais e assumiu o caráter de “habilitação” ao mesmo tempo em que se discutia formação do professor.

Palavras-chave: Concurso público; Instrução primária; Formação de professores


Palavras-chave


Concurso público; Instrução primária; Formação de professores

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17564/2316-3828.2014v2n3p197-209


Indexada em: