ANÁLISE DAS NORMAS REGULAMENTADORAS LIGADAS AO TRABALHO EM ALTURA NA CONSTRUÇÃO CIVIL

Yuri Sotero Bomfim Fraga, Camila Alice Santos Meneses

Resumo


O número de acidentes na construção civil diminuiu nas últimas décadas, apesar disso esse número ainda é alto. Um dos grandes responsáveis por esse elevado número é o trabalho em altura. As normas de segurança do trabalho estão cada vez mais rígidas com o empregador, obrigando-o não somente a fornecer os equipamentos de proteção individual (EPI) e os equipamentos de proteção coletiva (EPC), mas também instruir os seus colaboradores através de cursos periódicos de curta duração. O grande problema observado em obras é o não uso desses equipamentos de segurança por parte dos empregados. Apesar do diálogo diário de segurança (DDS) sempre abordar esse tipo de assunto, ainda falta conscientização do trabalhador. Muitos trabalhadores não dão a devida importância para o DDS, pois acham que estão livres de qualquer risco de acidente pela experiência que possuem, além do DDS ser muitas vezes monótono. Por isso, é importante que o responsável técnico pelo diálogo não aborde os colaboradores somente verbalmente, mas que desenvolva dinâmicas para mostrar a real importância quando se trata de prevenção de acidentes. Através das dinâmicas, o trabalhador assimila melhor o conteúdo abordado, além de tornar o DDS mais prazeroso.


Palavras-chave


Construção; Altura; Conscientização.

Texto completo:

PDF