TENDÊNCIA TEMPORAL DAS INTERNAÇÕES PSIQUIÁTRICAS EM SERGIPE, ENTRE 2008 A 2017

Anne Larissa Passos Lima, Luana dos Santos, Felipe Souza Nery

Resumo


Os transtornos mentais são caracterizados por sinais e sintomas relacionados à emoção, alteração da consciência, mudança de comportamento, percepção de memória e pensamentos. A atenção ao indivíduo com transtorno mental vem passando por profundas mudanças em vários países. Devido aos inúmeros casos, emerge a necessidade de aprofundamento teórico-científico sobre o cuidado a esses indivíduos, avaliando o impacto da reforma psiquiátrica no país. A presente pesquisa busca descrever a tendência temporal das taxas de internações psiquiátricas em Sergipe, entre 2008 a 2017. Trata-se de um estudo de série temporal na qual foram observadas as taxas de internações hospitalares segundo morbidade psiquiátrica. Os dados foram obtidos no SIH/SUS. Foram avaliadas as variáveis sexo e faixa etária e modelado a tendência das taxas através da regressão linear com correção de Prais-Winsten. No estado de Sergipe, foram identificadas 23.617 internações por transtorno mental. Em 2008 foi o ano que apresentou o maior número de internações (3.198) e 2017, o menor número (1.511). Observou-se tendência decrescente para todo o período, com decrescimento médio percentual anual de 6,9%. Possivelmente, com a implantação do CAPS na Rede de Atenção à Saúde, foi possível introduzir esse indivíduo novamente ao ambiente social e diminuir o número absoluto de internações.

Palavras-chave


Hospitalização; Saúde Mental; Transtornos Mentais.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Ministério da Previdência Social. Anuário Estatístico da Previdência Social. Brasília, 2011a.

BRASIL. Ministério da Saúde. Decreto nº 7.508, de 28 de junho de 2011. Regulamentação da Lei 8.080 para fortalecimento do Sistema Único da Saúde: decreto 7.508, 2011b. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2011/Decreto/D7508.htm>. Acesso em: 19 dez. 2018.

BRASIL. Ministério da Saúde. Resolução nº 510, de 07 de abril de 2016., 2016. Disponível em:

< http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/cns/2016/res0510_07_04_2016.html> acesso em: 12 nov. 2018.

CAMPOS, F. A. A. C; FEITOSA, F. B. Protocolo de Diagnóstico da Depressão em Adultos (PDDA). In: IX Seminário de Pós-Graduação e Pesquisa & II Simpósio de Inovação, Propriedade Intelectual e Tecnologia, 2018. Sergipe. Anais [...]. Aracaju: UNIT, 2018.

CLEZAR, E. M.; BIANCHI, G. N.; GARCIA, L. S. B. Análise da readmissão hospitalar do paciente com diagnóstico de esquizofrenia em um hospital psiquiátrico de referência no sul catarinense. Arquivos Catarinenses de Medicina, v. 47, n. 3, p. 133-145, 2018.

COHEN, M. Qualidade de vida em cuidadores de pacientes com transtorno de humor bipolar e esquizofrenia, 2015. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Faculdade de Medicina, Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas: Psiquiatria, Porto Alegre, BR-RS, 2015.

DA SILVA, T. L. et al. Perfil sociodemográfico e clínico dos pacientes em tratamento na unidade psiquiátrica de um hospital geral. Cogitare Enfermagem, v. 20, n. 1, 2015.

DE ALENCAR, A. K. B.; FERNANDES, T. G. Assistência de Enfermagem aos indivíduos com transtornos mentais: uma revisão de literatura por Metassíntese. Saúde & Transformação Social, v. 1, n. 1, p. 148-153, 2010.

DE LIRA, K. F. S. Hospitais de custódia, tratamento psiquiátrico e violação dos direitos humanos. Revista Interdisciplinar de Direitos Humanos, v. 4, n. 2, p. 143-159, 2016.

ESLABÃO, A. D. et al. Rede de cuidado em saúde mental: visão dos coordenadores da estratégia saúde da família. Revista gaúcha de enfermagem. Porto Alegre. Vol. 38, n. 1, 2017.

FARIAS, L. O.; VAITSMAN, J. Interação e conflito entre categorias profissionais em organizações hospitalares públicas. Cadernos de Saúde Pública, v. 18, n. 5, p. 1229-41, 2002.

FERNANDES, P. et al. CAPS AD: drogas psicoativas promotoras de dependência entre assistidos. Journal of Biology & Pharmacy and Agricultural Management, v. 10, n. 3, 2015.

FERNANDES, M, A. et al. Transtornos mentais e comportamentais por uso de substâncias psicoativas em hospital psiquiátrico. SMAD Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool e Drogas (Edição em Português), v. 13, n. 2, p. 64-70, 2017.

FERREIRA, M. S; DE ARAÚJO, M. C. C. Estigma associado ao transtorno mental: uma breve reflexão sobre suas consequências. Revista Interdisciplinar de Estudos em Saúde, v. 6, n. 2, p. 192-201, 2018.

FERREIRA, W. F. D. S. et al. Direitos humanos da pessoa idosa portadora de esquizofrenia: Uma contribuição da enfermagem. Revista Saúde e Desenvolvimento, v. 11, n. 6, p. 219-29, 2017.

FIOROTTI, C.; TOMAZELLI, J.; MALAGRIS, L. Transtornos mentais comuns em pacientes hipertensos: estudo em unidade de atenção primária à saúde no Rio de Janeiro. Revista APS, v. 38, n. 3, p. 195-201, 2009.

FREITAS, L. R. S.; ORTEGA, F. A determinação biológica dos transtornos mentais: uma discussão a partir de teses neurocientíficas recentes. Cadernos de Saúde Pública, v. 32, p. e00168115, 2016.

GOMES, P. P. Internações na rede pública por dependência química de residentes na região metropolitana de Porto Alegre, RS. Trabalho de Conclusão de Curso (Curso de Especialização em Saúde Pública). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2015.

MALTA, D. C. et al. Uso de substâncias psicoativas, contexto familiar e saúde mental em adolescentes brasileiros, Pesquisa Nacional de Saúde dos Escolares, Rev. Bras. Epidemiol., suppl PeNSE, p. 46-61, 2014.

MOLL, M. F. et al. Profissionais de enfermagem e a internação psiquiátrica em hospital geral: percepções e capacitação profissional. Cogitare enferm [Internet], v. 22, n. 2, p. e49933, 2017.

MOREIRA, L. C. D. O.; BASTOS. P. R. H. O. Prevalência e fatores associados à ideação suicida na adolescência: revisão de literatura. Psicologia Escolar e Educacional, v. 19, n. 3, p. 445-453, 2015.

ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DE SAÚDE. Folha informativa - Transtornos mentais, 2018. Disponível em: . Acesso em: 16 out. 2018.

PINHEIRO, M. C. P. et al. Influência da religiosidade na qualidade de vida de pacientes com transtorno afetivo bipolar. Arquivos Médicos dos Hospitais e da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, v. 57, n. 1, p. 19-24, 2018.

PRATA, H. L. et al. Envelhecimento, depressão e quedas: um estudo com os participantes do Projeto Prev-Quedas. Fisioterapia em Movimento, v. 24, n. 3, p. 437-43, 2017.

QUINDERÉ, P. H. D.; JORGE, M. S. B.; FRANCO, T. B. Rede de Atenção Psicossocial: qual o lugar da saúde mental. Physis: Revista de Saúde Coletiva, v. 24, p. 253-271, 2014.

SANTOS, A. G. et al. Tipos de transtornos mentais não psicóticos em mulheres adultas violentadas por parceiro íntimo: uma revisão integrativa. Revista da Escola de Enfermagem da USP, v. 52, 2018.

SANTOS, R. S.; DE SENA, E. P. Perfil de internações psiquiátricas em unidade hospitalar de Salvador, Bahia. Revista de Ciências Médicas e Biológicas, v. 16, n. 3, p. 374-79, 2017.

SANTOS, Vanessa Cruz et al. Hospitalization and hospital mortality of elderly people with mental and behavioral disorders in Brazil, 2008-2014. Epidemiologia e Serviços de Saúde, v. 26, n. 1, p. 39-49, 2017.

SILVA, D. S. D. et al. Depressão e risco de suicídio entre profissionais de Enfermagem: revisão integrativa. Revista da Escola de Enfermagem da USP, v. 49, n. 6, p. 1023-31, 2015.

SCHWARTZ, O. P. S. et al. Legislação Federal voltada às pessoas com transtornos mentais. Enfermagem em Foco, v. 8, n. 2, 2017.

SILVA, R. C. et al. Transtorno afetivo bipolar: terapêuticas, adesão ao tratamento e assistência de enfermagem. Revista Brasileira de Saúde Funcional, v. 1, n. 1, p. 10, 2017.

SOUZA, C. L. et al. Condições de vida e trabalho: representações sociais das equipes de enfermagem que atuam nos centros de atenção psicossocial de Juiz de Fora. 2016. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Programa de Pós-graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Juiz de Fora, Minas Gerais, 2006.

TENÓRIO, F. Psicose e esquizofrenia: efeitos das mudanças nas classificações psiquiátricas sobre a abordagem clínica e teórica das doenças mentais. História, Ciências, Saúde-Manguinhos, v. 23, n. 4, p. 941-63, 2016.

ZANARDO, G. L. P. et al. Internações e reinternações psiquiátricas em um hospital geral de Porto Alegre: características sociodemográficas, clínicas e do uso da Rede de Atenção Psicossocial. Revista Brasileira de Epidemiologia, v. 20, p. 460-74, 2017.