CARACTERIZAÇÃO DO SUICÍDIO SEGUNDO OCUPAÇÃO NO ESTADO DE SERGIPE

Catarina de Valois Tavares Galvão, Danilo Lucas Neves Ribeiro, Felipe Souza Nery

Resumo


O suicídio tem sido relacionado a diversos fatores, tais como estresse, depressão e o isolamento social. Além disso, a ocupação e a sobrecarga de trabalho têm sido reportadas como importante fator causal, já que muitos ambientes de trabalho podem oferecer condições para o sofrimento mental. O objetivo deste estudo é caracterizar o perfil dos óbitos por suicídio em Sergipe segundo ocupação. Trata-se de um estudo quantitativo e descritivo utilizando dados secundários do DATASUS segundo sexo, raça/cor da pele, tipo de ocupação, faixa etária e escolaridade. 112 suicídios foram reportados no ano de 2015, desses, 27,6% ocorreram em trabalhadores agrícolas, 16,3% em trabalhadores da construção civil (pedreiro/ajudante de obra/armador de concreto) e 14,3% em estudantes. Os homens representaram a maioria dos casos (83,0%), especialmente na faixa etária de 20 a 39 anos (41,1%) o que pode estar associado à diversos fatores como a cultura patriarcal e a tendência de não se lidar bem com o fracasso. Entende-se que a problemática do suicídio deve ser amplamente discutida e que a ocupação merece destaque e atenção por parte dos setores sociais. Reafirma-se a necessidade de que empresas e serviços favoreçam um ambiente acolhedor e de prevenção ao desenvolvimento de problemas psicológicos.

Palavras-chave


Suicídio; trabalho; depressão.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Bruna Letícia Sancandi; LORENTZ, Marta; BERTOLDO, Lao Tse Maria. Aspectos Psicossociais do Suicídio em Idosos e Percepções de Sobreviventes. Revista de Psicologia da Imed., v. 10, n. 1, p.21-9, 14 ago. 2018.

BARBOSA, Fabiana de Oliveira; MACEDO, Paula Costa Mosca; SILVEIRA, Rosa Maria Carvalho da. Depressão e Suicídio. Rev. SBPH, Rio de Janeiro, v. 14, n. 1, p. 233-43, jan./jun., 2011.

BARBOSA, Khivia Kiss Silva et al. Sintomas depressivos e ideação suicida em enfermeiros e médicos da assistência hospitalar. Revista de Enfermagem da Ufsm, [s.l.], v. 2, n. 3, p. 326-40, 27 dez. 2012.

BRASIL, Ministério da Saúde. Portaria n.1.876, de 14 de agosto de 2006. Brasília, Diário Oficial da União 15 ago., 2006. Disponível em: < http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2006/prt1876_14_08_2006.html>. Acesso em: 19 dez. 2018.

BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Perfil epidemiológico das tentativas e óbitos por suicídio no Brasil e a rede de atenção à saúde, Brasília, v. 48, n. 30, 2017a. Disponível em: < http://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2017/setembro/21/2017-025-Perfil-epidemiologico-das-tentativas-e-obitos-por-suicidio-no-Brasil-e-a-rede-de-atencao-a-saude.pdf>. Acesso em: 19 dez. 2018.

BRASIL, Ministério da Saúde. Prevenção do Suicídio. Brasília, 2017b. Disponível em: . Acesso em: 19 dez. 2018.

BRASIL. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Resolução nº 510, de 7 de abril de 2016. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, p. 44-46, 24 maio 2016.

CAVALCANTE, Fátima Gonçalves; MINAYO, Maria Cecília de Souza; MANGAS, Raimunda Matilde do Nascimento. Diferentes faces da depressão no suicídio em idosos. Ciência & Saúde Coletiva, v. 18, n. 10, p. 2985-94, 2013.

CECCON, Roger Flores et al. Suicídio e trabalho em metrópoles brasileiras: um estudo ecológico. Ciência & Saúde Coletiva, [s.l.], v. 19, n. 7, p. 2225-34, jul. 2014.

FERREIRA, Rayanne Codeiro; GONÇALVES, Charlisson Mendes; MENDES, Patrícia Guedes. Depressão: do transtorno ao sintoma. Psicologia. O Portal dos Psicólogos, Minas Gerais, p. 01-16, nov. 2014.

FREITAS, Melissa Nobrega Vasques de; SEIWALD, Maria Cristina Nunez; PARADA, Rodrigo Añez et al. Suicídio Consumado na Cidade de Sorocaba-SP: Um Estudo Epidemiológico. Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba, São Paulo, v. 15, n. 3, p. 53-8, 2013.

GUIMARÃES, Tatiana. Suicídio e Ocupação: Um Estudo Comparado. 2012. 117 f. Monografia (Especialização) - Curso de Ciências Sociais, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2012.

HASHIM, Uzma; KUMAR, Ravis. Characteristics of suicidal attempts among farmers in rural South India. Industrial Psychiatry Journal, [s.l.], v. 26, n. 1, p. 28-36, 2017.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Características gerais da população, 2017. Disponível em: . Acesso em: 05 out. 2018.

KUNDE, Lisa et al. Pathways to Suicide in Australian Farmers: A Life Chart Analysis. International Journal of Environmental Research and Public Health, [s.l.], v. 14, n. 4, p. 352-360, mar. 2017.

LACERDA, Acioly Luiz Tavares de; SOUZA, Thaís Rabanea. Depressão ao longo da história. Artmed, Porto Alegre, 2013.

MACHADO, Daiane Borges; SANTOS, Darci Neves dos. Suicídio no Brasil, de 2000 a 2012. Jornal Brasileiro de Psiquiatria, São Paulo, v. 64, n. 1, p. 45-54, mar., 2015.

MCINTOSH, Wendy LiKamWa et al. Suicide Rates by Occupational Group — 17 States, 2012. Centers for Disease and Prevention MMWR, Atlanta, v, 65, n. 25, p. 642-59, jul. 2016.

MENEGHEL, Marta Conte et al. Programa de Prevenção ao Suicídio: estudo de caso em um município do sul do Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, Rio Grande do Sul, v.17, n. 8, p. 2017-26, 2012.

MENEGHEL, Stela Nazareth; MOURA, Rosylaine. Suicídio, cultura e trabalho em município de colonização alemã no sul do Brasil. Interface - Comunicação, Saúde, Educação, [s.l.], v. 22, n. 67, p. 1135-46, abr. 2018.

OLIFFE, John L. et al. Men’s depression and suicide literacy: a nationally representative Canadian survey. Journal of Mental Health, [s.l.], v. 25, n. 6, p. 520-6, abr. 2016.

SELMI, Giuliana da Fontoura Rodrigues; TRAPÉ, Angelo Zanaga. Proteção da saúde de trabalhadores rurais: a necessidade de padronização das metodologias de quantificação da exposição dérmica a agrotóxicos. Cadernos de Saúde Pública, v. 30, n. 5, p. 952-60, maio 2014.

SHIM, Geumsook; JEONG, Bumseok. Predicting Suicidal Ideation in College Students with Mental Health Screening Questionnaires. Psychiatry Investigation, v. 5, n. 8, p. 230-41, nov. 2018.

SILVA, Darlan dos Santos Damásio; TAVARES, Natália Vieira da Silva; ALEXANDRE, Alícia Regina Gomes et al. Depressão e risco de suicídio entre profissionais de Enfermagem: revisão integrativa. Revista da Escola de Enfermagem da USP, São Paulo, v. 49, n. 6, p. 1023-31, dez. 2015.

SOUZA, Luciano Dias de Mattos et al. Ideação suicida na adolescência: prevalência e fatores associados. Jornal Brasileiro de Psiquiatria, [s.l.], v. 59, n. 4, p. 286-92, 2018.

VASCONCELOS-RAPOSO, José et al. Níveis de ideação suicida em jovens adultos. Estudos de Psicologia (campinas), [s.l.], v. 33, n. 2, p. 345-54, jun. 2016.

VIDAL, Carlos Eduardo Leal; GONTIJO, Eliane Costa Dias Macedo; LIMA, Lúcia Abelha. Tentativas de suicídio: fatores prognósticos e estimativa do excesso de mortalidade. Cadernos de Saúde Pública, [s.l.], v. 29, n. 1, p.175-87, jan. 2013.