QUESTÕES E CONTRADIÇÕES DO PROGRAMA MCMV: análise nacional da política pública entre 2009 e 2013

  • Naiara Sandi Almeida Alcantara Doutorando na Universidade Federal do Paraná
Palavras-chave: Qualidade de Vida Urbana, Política Habitacional, Déficit Habitacional

Resumo

Neste artigo realizou-se uma análise quantitativa de dados secundários da política pública MCMV, entre 2009 e 2013, por intermédio da manipulação do banco de dado da Pesquisa de Satisfação dos Beneficiários do Programa Minha Casa Minha Vida, lançada pelo Ministério das Cidades (MCIDADES), Secretaria Nacional de Habitação (SNH) e Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), composta por amostragem representativa de todo o Brasil. As entrevistas foram compostas por questionários estruturados. Objetivou-se desenvolver uma análise sobre o MCMV utilizando como parâmetro a qualidade de vida urbana e o déficit habitacional. Como objetivo secundário, realizou-se uma análise das políticas habitacionais anteriores ao MCMV. Os resultados demonstraram que não há permanência das condições que compõe o déficit habitacional, todavia os beneficiários possuem baixa qualidade de vida urbana.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-11-25
Como Citar
Almeida Alcantara, N. S. (2020). QUESTÕES E CONTRADIÇÕES DO PROGRAMA MCMV: análise nacional da política pública entre 2009 e 2013. Interfaces Científicas - Humanas E Sociais, 8(3), 405-421. https://doi.org/10.17564/2316-3801.2020v8n3p405-421
Seção
Artigos