JUVENTUDES E TRABALHOS: TRAJETÓRIAS DE EGRESSOS DO PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

  • Debora Diana da ROSA UFMG
  • Maria Chalfin Coutinho UFSC
Palavras-chave: Jovens, Educação, Trabalho

Resumo

Resumo O presente artigo apresenta resultados de uma pesquisa de mestrado que buscou compreender os sentidos sobre suas trajetórias construídos por egressos do Programa Jovem Aprendiz. Ancorada na psicologia histórico-cultural, a pesquisa fez uso do método da história oral para conhecer as histórias laborais de jovens egressos do referido programa. Foram entrevistados quatro jovens com idades entre 16 e 25 anos. A fotografia como memória e uma produção textual sobre projetos de futuro também foram usadas como procedimentos auxiliares para levantamento de informações. O processo de análise se deu a partir do referencial dos núcleos de significação e abarcaram questões como: Trajetória Laboral e Educacional, Experiências como Jovem Aprendiz, Ser Egresso e Projetos. Estes núcleos evidenciam a necessidade de pensar ações relacionadas à qualificação, inserção e permanência dos jovens no campo laboral e expressam a multiplicidade e pluralidade das vivências da condição juvenil, educação e trabalho. Palavras-chaves: Jovens, Educação, Trabalho

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Debora Diana da ROSA, UFMG
Psicóloga, Mestre em psicologia pela UFSC. Doutoranda em psicoloia social pela UFMG.
Publicado
2019-09-04
Como Citar
ROSA, D. D. da, & Coutinho, M. C. (2019). JUVENTUDES E TRABALHOS: TRAJETÓRIAS DE EGRESSOS DO PROGRAMA JOVEM APRENDIZ. Interfaces Científicas - Humanas E Sociais, 8(2), 99-112. https://doi.org/10.17564/2316-3801.2019v8n2p97-110
Seção
Artigos