ALTERAÇÕES NEUROFISIOLÓGICAS E COGNITIVAS DECORRENTES DO USO CRÔNICO DA MACONHA: UMA REVISÃO DE LITERATURA

  • Josberto Teixeira de Almeida Neto
  • Josberto Teixeira de Almeida Neto Centro Universitário Tiradentes - UNIT
  • Alícia Daniele Calaça Cavalcante Centro Universitário Tiradentes - UNIT
  • Luana Ferreira de Almeida
  • Thayna Santos Moura Centro Universitário Tiradentes - UNIT
  • André Fernando de Oliveira Fermoseli Centro Universitário Tiradentes - UNIT
Palavras-chave: Maconha, Alterações Neurofisiológicas, Substância psicoativa.

Resumo

A maconha cientificamente recebe o nome de Cannabis sativa e apesar da disseminação de seus efeitos, é uma das substâncias ilegais mais consumidas em todo o mundo. Pesquisas comprovam que o uso prolongado da maconha pode provocar alterações neurofisiológicas e esse prejuízo está mais relacionado ao tempo de uso do que a frequência de consumo. Acrescenta-se que essa substância psicoativa atua no cérebro em áreas ligadas às emoções, estimulando o indivíduo usuário repetir o uso em busca de prazer. O presente artigo visa elucidar os conhecimentos acerca da Cannabis sativa, bem como salientar as consequências neurofisiológicas e cognitivas do uso crônico dessa droga. Para alcançar os objetivos propostos, foi realizada uma revisão bibliográfica de cunho descritivo a partir de diversas plataformas como Google Acadêmico, PePSIC, LUME, SciELO, Acta de Ciências e Saúde, Revista Brasileira de Psiquiatria, Psicologia em Estudo, dissertações de mestrado e livros da biblioteca do Centro Universitário Tiradentes (UNIT).

Referências

BOLLA, K. I.; CADET, J. L. Exogenous Acquired Metabolic Disorders of the Nervous System: Toxins and Illicit Drugs (Chapter 29). In: GOETZ, C. G. Textbook of Clinical Neurology. Pennsylvania: Saunders, 2 ed, 2002. pp. 839-872.

CARLINI, E. A; NAPPO, S. A.; GALDARÓZ, J. C. F.; NOTO, A. R. Drogas psicotrópicas: o que são e como agem. Rev IMESC. 2001, p. 9-35.

COULSTON, C. M.; PERDICES, M.; TENNANT, C. C. The neuropsychological correlates of cannabis use in schizophrenia: Lifetime abuse/dependence, frequency of use, and recency of use. Schizophrenia Research, v. 96, 2007, pp. 169-184.

CUNHA, P. Neuropsicologia do uso crônico da maconha. In: Revisão Científica: Maconha e Saúde Mental. 2005. Disponível em: https://www.uniad.org.br/images/stories/publicacoes/texto/selecoes_maconha/Neuropsicologia_do_uso_cronico_da_maconha.pdf . Acesso em 25 set. 2018.

GALDURÓZ, J. C. F.; NOTO, A. R.; NAPPO, S. A.; CARLINI, E. A. I Levantamento domiciliar sobre o uso de drogas psicotrópicas: Estudo envolvendo as 24 maiores cidades do Estado de São Paulo – 1999. São Paulo (SP): Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas – Departamento de Psicobiologia da Escola Paulista de Medicina; 2002.

IVERSEN, L. Cannabis and the brain. Brain 126, 2003. p. 1252-1270.

JUNGERMAN, F. S.; LARANJEIRA, R.; BRESSAN, R. A. Maconha: qual a amplitude de seus prejuízos? Editorial. Rev. Bras. Psiquiatr., 27(1), 2005, p. 5-6.

LARANJEIRA, R.; JUNGERMAN, F. S.; DUNN, J. Drogas, maconha, cocaina e crack. São Paulo: Editora Contexto, 1998.

LEMOS, T.; ZALESKI, M. As principais drogas: Como elas agem e quais os seus efeitos. In: PINSKY, I; BESSA, E. Adolescência e Drogas. São Paulo: Editora Contexto, 2004. pp. 16-29.

MATTOS, P.; ALFANO, A.; ARAÚJO, C. Avaliação neuropsicológica. In: KAPEZINSKI, F.; QUEVEDO, J. IZQUIERDO, I. Bases Biológicas dos Transtornos Psiquiátricos. Porto Alegre: Editora Artmed, 2004, pp. 149-155.

NUNES, K. M. S. et al. Canabidiol (Cannabis Sativa): associada no tratamento de doenças neurológicas e sua legalização. Revista Brasileira Militar de Ciências. Goiânia, 2017.

POPE JR., H. J..; GRUBER, A. J.; HUDSON, J. I. HUESTIS, M. A. YURGELUN-TODD, D. Neuropsychological Performance in Long-term Cannabis Users. Arch Gen Psychiatry 58, 2001. pp. 909-915.

POPE, H. G; YURGELUN-TODD, D. The residual cognitive effects of heavy marijuana use in college students. JAMA, 275, 1996, p. 521-527.

ROTHER, E. T. Sistemacty Literature Review X Narrative Review. Acta paul enferm. 2007;20(2):viii.

SANTOS, B. S; COERTJENS, M. A neurotoxicidade da Cannabis sativa e suas repercussões sobre a morfologia do tecido cerebral. ABCS Health Sci. 2014; 39(1):34-42.

SOLOWIJ N., BATTISTI R. The chronic effects of cannabis on memory in humans: A review. Curr Drug Abuse Rev. 2008;1(1):81-98.

SOLOWIJ, N., PESA, N. (2010). Cognitive abnormalities and cannabis use. Revista Brasileira de Psiquiatria, 32(Suppl 1), S31–S40.

USTÁRROZ, J. T.; CONDE, I. L.; LANDA, N. Conductas adictivas: de la neurobiologia al evolucionismo. Adicciones, 15 (3), 2003. pp. 255-271.

WESSLER, B. G. Efeitos Neuroquímicos e Comportamentais causados pelo uso da Cannabis sativa. Igarss, (1), 2014, pp. 1-5.

YÜCEL M. et al. Regional brain abnormalities associated with long-term heavy cannabis use. Arch Gen Psychiatry. 2008;65(6):694-701.

Publicado
2020-04-30
Como Citar
de Almeida Neto, J. T., de Almeida Neto, J. T., Cavalcante, A. D. C., de Almeida, L. F., Moura, T. S., & Fermoseli, A. F. de O. (2020). ALTERAÇÕES NEUROFISIOLÓGICAS E COGNITIVAS DECORRENTES DO USO CRÔNICO DA MACONHA: UMA REVISÃO DE LITERATURA. Caderno De Graduação - Ciências Humanas E Sociais - UNIT - ALAGOAS, 6(1), 85. Recuperado de https://periodicos.set.edu.br/fitshumanas/article/view/8204
Seção
Artigos