A PSICOLOGIA COMO AREA DE ATUAÇÃO PARA MINIMIZAÇÃO DA VIOLENCIA SEXUAL COM CRIANÇAS SOCIALMENTE VULNERAVEIS

  • Lirani Firmo Da Costa Souza UNIT-Al
  • Mayara Cristina da Silva Lima
  • Hedwe Matheus de Sousa Firmo
  • Sandra Patrícia Lamenha Peixoto
Palavras-chave: Psicologia. Violencia Sexual. Crianças. Socialmente. Vulneráveis.

Resumo

A infância é a fase em que a criança forma sua subjetividade acerca do que aprende, que para tanto o que contribuem para que esse processo seja saudável é o ambiente em que esta está inserida, e quando este é socialmente vulnerável tende a ser perigoso e dentre os variados riscos explanamos a violência, e de forma especifica, a violência sexual. Desta forma, o presente artigo tem o objetivo de mostrar para o leitor/pesquisador o quanto a atuação da psicologia é importante para esse público, pois uma vez identificado o ocorrido, e esse não trabalhado o sofrimento psíquico, possivelmente terá sequelas psicológicas. A metodologia é qualitativa, pois é por meio da revisão bibliográfica que explanamos a importância do tema, sendo este pesquisados dos último quinze anos, em sites como: Scielo, Revista USP, Google acadêmico, além de livros disponíveis na biblioteca do Centro Universitário Tiradentes – UNIT/AL.

Referências

AZEVEDO, Maria Amélia. Violência Doméstica contra Crianças e Adolescentes: um

cenário em (des)construção. Disponível em: <http://www.unicef.org/brazil/pt/Cap_01.

pdf>. Acesso em: 04 mar. 2019.

ABROMOVAY, M. Programa de prevenção a violência nas escolas. Editora: Fracso brasil. p. 7 – 21, 2011.

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988. Presidência da República. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.

htm>. Acesso em: 26 mar. 2019.

DAY, Peres Vivian; TELLES, Lisieux E. B.; ZORATTO, Pedro H.; AZAMBUJA, Maria R. F.;MACHADO, Denise A.; SILVEIRA, Marisa B.; DEBIAGGI, Moema. Violência doméstica e suas diferentes manifestações. R. Psiquiatr. RS, 25’(suplemento 1): 9-21, abril 2003. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rprs/v25s1/a03v25s1>. Acesso em: 11 mar.2013.

DIMENSTEIN, G. Estudo relaciona falta de escolaridade com gravidez. São Paulo: Folha de São Paulo. 1999. Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff0410199913.htm>. Acesso em: 13 nov. 2016.

DELL PRETTE, Zilda Aparecida (Org). Psicologia escolar e educacional, saúde e qualidade de vida. Campinas, SP: Alínea, 2008.

ESTATUTO DA CRIANCA E DO ADOLESCENTE. Disponível em: <http://www.jusbrasil.com.br/topicos/10617843/artigo-22-da-lei-n-8069-de-13-de-julho-de-1990>. Acesso em: 4 mar. 2019.

FALEIROS, Vicente de Paula. A violência sexual contra crianças e adolescentes e

a construção de indicadores: a crítica do poder, da desigualdade e do imaginário.

Oficina de indicadores da Violência Intra-familiar e da Exploração Sexual de crianças e adolescentes, promovida pelo CECRIA, em Brasília de 01 a 02/12. Disponível em:<http://repositorio.ucb.br/jspui/bitstream/123456789/48/1/Viol%C3%AAncia%20

sexual%20contra%20crian%C3%A7as%20e%20adolescentes%20e%20a%20

constru%C3%A7%C3%A3o%20de%20indicadores_a%20cr%C3%ADtica%20do%20

poder,%20da%20desigualdade%20e%20do%20imagin%C3%A1rio.pdf> Acesso em:25 fev. 2019

GONÇALVES, M. A. S. et al. Violência na escola, práticas educativas e formação do professor. Cadernos de Pesquisa, v. 35, n. 126, p. 635-658, 2005.

GUZZO, Raquel Souza Lobo (org.). Psicologia escolar: LDB e educação hoje / Raquel Souza Lobo Guzzo. Campinas, SP: Alínea, 2007.

HOFFMAM, Jussara Maria Lerch. Pontos e contrapontos: do pensar ao agir em avaliação. Porto Alegre, 2005.

LISBOA, Carolina; KOLLER, Silvia Helena; RIBAS, Fernanda Freitas; BITENCOURT, Kelly; PORCIUNCULA, Lízia P.; oliveira, Letícia; MARCHI, Renata B. Estratégias de Coping de Crianças Vítimas e Não Vítimas de Violência Doméstica. Psicologia: Reflexão e Crítica, 2002, 15(2), pp. 345-362. Disponível em:http://www.scielo.br/pdf/prc/v15n2/14358.pdf Acesso 2 de fevereiro de 2019.

LEI DE CRIMES HEDIONDOS (Lei nº 8.072 de 25 de julho). Disponível em: . Acesso em: 2 mar. 2019.

LEI DA TORTURA DE 1997 (Lei no 9.455 de 07 de Abril). Disponível em: . Acesso em: 2 mar. 2019.

MARMO, Denise B.; DAVIOLI, Adriana; OGIDO, Rosalina. Violência doméstica contra a criança (Parte I). Jornal de Pediatria - v.71, n.6, 1995. Disponível em: . Acesso em: 3 mar. 2019.

MARTINEZ, Albertina Mitjáns (Org). Psicologia escolar e compromisso social: novos discursos, novas práticas. Campinas, SP: Alínea, 2007.

MARTINEZ, A. M. Psicologia Escolar e Educacional: compromissos com a educação brasileira. Revista Semestral da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE); Brasília: S/e, v. 13, 2009. Semestral. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2016.

PAPALIA, D. E., & Feldman, R. D. (2013). Desenvolvimento humano. Artmed Editora.

SANTOS, R. A. S. Educação sexual na escola: uma atividade necessária. Paraná: UFPR. p. 9-36, 2011.

SAFFIOTI, Heleieth I. B. Violência doméstica: questão de polícia e da sociedade. Violência doméstica ou a lógica do galinheiro. In: KUPSTAS, M. (org.)Violencia em debate. São Paulo: Moderna, 1997. Disponível em: <http://www.pagu.unicamp.br/sites/www.pagu.unicamp.br/files/colenc.01.a06.pdf>. Acesso em: 11 de março de 2019.

SILVA, Lygia Maria Pereira da. Violência doméstica contra crianças e adolescentes. Recife: EDUPE, 2002. Disponível em: Acesso 13 de fevereiro de 2019.

SILVA, Jessica Cristina Tiago; MELO, Sara Cristina de Assunção. Violência Infantil: atuação do psicólogo no processo de auxílio à criança. Psicologia e Saúde em Debate ISSN-e 2446-922X, Rev. Psicol Saúde e Debate. Fev., 2018:4(1):61-84. Disponível em:< psicodebate.dpgpsifpm.com.br/index.php/periodico/article/download/197/124/>Acesso: 03 de fevereiro de 2019.

Publicado
2020-10-30
Como Citar
Souza, L. F. D. C., Lima, M. . C. da S., Firmo, H. M. de S., & Peixoto, S. P. L. (2020). A PSICOLOGIA COMO AREA DE ATUAÇÃO PARA MINIMIZAÇÃO DA VIOLENCIA SEXUAL COM CRIANÇAS SOCIALMENTE VULNERAVEIS. Caderno De Graduação - Ciências Humanas E Sociais - UNIT - ALAGOAS, 6(2), 82. Recuperado de https://periodicos.set.edu.br/fitshumanas/article/view/7249
Seção
Artigos