[1]
B. A. A. de Miranda, G. C. Santos, J. S. de Oliveira, e A. F. de O. André, “AS CONSEQUÊNCIAS E MOTIVAÇÕES DO USO, SEM PRESCRIÇÃO MÉDICA, DE DERIVADOS DE METILFENIDATO, POR ESTUDANTES DE MEDICINA”, CBioS, vol. 7, nº 1, p. 137, nov. 2021.