PREVALÊNCIA DA SÍNDROME DE BURNOUT EM ANESTESIOLOGISTAS: REVISÃO SISTEMÁTICA

  • Emanoela da Silva Gonçalves Centro Universitário Tiradentes
Palavras-chave: Anestesiologistas, prevalência, síndrome de burnout.

Resumo

Introdução: A Síndrome de Burnout (SB) foi definida em 1986, por Maslach e Jackson, como uma condição crônica relacionada aos estressores do trabalho que se caracteriza por três dimensões: exaustão emocional, despersonalização e baixo senso de realização pessoal (MAGALHAES et al., 2015). A realização pessoal reduzida (ou sentimentos de incompetência) revela autoavaliação positiva associada à infelicidade e insatisfação com o trabalho. (BARBOSA et al., 2012). Objetivo. Determinar a prevalência da SB entre médicos anestesiologistas através de uma revisão sistemática. Métodos. Foram elaboradas estratégias de busca a partir de termos específicos relacionados ao tema nas bases de dados selecionadas que são: LILACS, PUBMED, Google Scholar e Psyc info. Resultados: Foram encontrados 2.324 artigos nas bases de dados. Foram selecionados 24, sendo 8 incluídos para análise de qualidade e 16 excluídos devido aos critérios de exclusão. A prevalência encontrada nos artigos foram 67,44% (Brasil), 10,4% (Brasil), 70% (Polônia), 66,7% (Lituânia), 18% (Holanda), 44% (México), 79,4% (Brasil), 48,7% (Brasil). A prevalência total encontrada foi de 50,51%. Conclusão. A prevalência total encontrada foi de 50,51%, evidenciando a importância da criação de medidas preventivas para anestesiologistas que interfiram no bem estar físico e saúde mental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BARBOSA, Fabiano Timbó et al . Burnout syndrome and weekly workload of on-call physicians: cross-sectional study. Sao Paulo Med. J., São Paulo , v. 130, n. 5, p. 282-288, 2012 . Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-31802012000500003&lng=en&nrm=iso>. access on 10 May 2019. http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31802012000500003.

BARBOSA, Fabiano Timbó et al . Correlação entre a carga horária semanal de trabalho com a síndrome de burnout entre os médicos anestesiologistas de Maceió-AL. Rev. Bras. Anestesiol., Campinas , v. 67, n. 2, p. 115-121, Apr. 2017 . Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-70942017000200115&lng=en&nrm=iso>. access on 10 May 2019. http://dx.doi.org/10.1016/j.bjane.2015.06.001.

BELLIENI, C. V. et al Assessing burnout among neonatologists. J Matern Fetal Neonatal Med, Boca Raton, v. 25, n. 10, p. 2130-2134, 2012.

CARUSELLI, Marco; MICHEL, Fabrice. Anesthetists and burnout syndrome: what strategies can prevent this dangerous combination?. Minerva Anestesiologica 2017 February;83(2):136-7 DOI: 10.23736/S0375-9393.16.11771-7.

DICKSON D.E. Stress. Anaesthesia 1996;51:523-4.

EMBRIACO, N. et al. Burnout syndrome among critical care healthcare workers. Curr Opin Crit Care. 2007. 13: 482–488.

FREIRE, P.L, TRENTIN, J.P., de AVILA QUEVEDO, L. Trends in burnout syndrome and emotional factors: an assessment of anesthesiologists in Southern Brazil, 2012. Psychol Health Med. 2016 Jun;21(4):413-423.

JODAS, Denise Albieri; HADDAD, Maria do Carmo Lourenço. Síndrome de Burnout em trabalhadores de enfermagem de um pronto socorro de hospital universitário. Acta paul. enferm., São Paulo , v. 22, n. 2, p. 192-197, 2009 . Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-21002009000200012&lng=en&nrm=iso>. access on 25 May 2019. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002009000200012.

MAGALHAES, Edno et al . Prevalência de síndrome de burnout entre os anestesiologistas do Distrito Federal. Rev. Bras. Anestesiol., Campinas , v. 65, n. 2, p. 104-110, Apr. 2015 . Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-70942015000200104&lng=en&nrm=iso>. access on 11 May 2019. http://dx.doi.org/10.1016/j.bjane.2013.07.016.

MASLACH, C.; JACKSON S.E.; LEITER, M.P. The Maslach Burnout Inventory manual. 3. ed. Palo Alto, CA: Consulting Psychologists Press; 1996.

MIKALAUSKAS, A. et al. Burnout among Lithuanian Cardiac Surgeons and Cardiac Anesthesiologists. Medicina (Kaunas) 2012;48(9):478-84.

MISIOLEK, A. et al. The prevalence of burnout syndrome in Polish anaesthesiologists. Anaesthesiology Intensive Ther, Varsóvia, v. 46, n. 3, p. 155-161, 2014.

MOREIRA, Hyan de Alvarenga; SOUZA, Karen Nattana de; YAMAGUCHI, Mirian Ueda. Síndrome de Burnout em médicos: uma revisão sistemática. Rev. bras. saúde ocup., São Paulo , v. 43, e3, 2018 . Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0303-76572018000100401&lng=en&nrm=iso>. access on 12 May 2019. Epub Mar 12, 2018. http://dx.doi.org/10.1590/2317-6369000013316.

NOVAIS, RODRIGO NOBRE DE et al . Prevalência da Síndrome de Burnout em cirurgiões plantonistas de um hospital de referência para trauma e sua correlação com carga horária semanal de trabalho: estudo transversal. Rev. Col. Bras. Cir., Rio de Janeiro , v. 43, n. 5, p. 314-319, Oct. 2016 . Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-69912016000500314&lng=en&nrm=iso>. access on 10 May 2019. http://dx.doi.org/10.1590/0100-69912016005003.

PALMER-MORALES, Lourdes Yusvisaret et al . Prevalencia del Síndrome de Agotamiento Profesional en médicos anestesiólogos de la ciudad de Mexicali. Gac. Méd. Méx, México , v. 141, n. 3, p. 181-183, jun. 2005 . Disponible en <http://www.scielo.org.mx/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0016-38132005000300002&lng=es&nrm=iso>. accedido en 25 mayo 2019.

SERRALHEIRO, F.C. et al. Prevalência da síndrome de burnout em anestesiologistas de Instituição de Ensino Superior em Medicina. Arq Bras Ciênc Saúde. 2011;36(3):140-3.

TEIXEIRA et al. Burnout in intensive care units - a consideration of the possible prevalence and frequency of new risk factors: a descriptive correlational multicentre study. BMC Anesthesiology. 2013; 13 (1): 38.

VAN DER WAL, R.A. et al. Psychological distress, burnout and personality traits in Dutch anaesthesiologists : A survey. Eur J Anaesthesiol. 2016; Mar;33(3):179-86.

VAN MOL, M.M.C. et al. The Prevalence of Compassion Fatigue and Burnout among Healthcare Professionals in Intensive Care Units: A Systematic Review. PLoS One 2015; 10 8: e0136955.

Publicado
2020-04-13
Como Citar
Gonçalves, E. da S. (2020). PREVALÊNCIA DA SÍNDROME DE BURNOUT EM ANESTESIOLOGISTAS: REVISÃO SISTEMÁTICA. Caderno De Graduação - Ciências Biológicas E Da Saúde - UNIT - ALAGOAS, 6(1), 119. Recuperado de https://periodicos.set.edu.br/fitsbiosaude/article/view/7514
Seção
Artigos