CLAREAMENTO CASEIRO OU CLAREAMENTO DE CONSULTÓRIO: QUAL A TÉCNICA MAIS EFETIVA?

  • Jadson Mathyas Domingos da Silva Centro Universitário Tiradentes - UNIT AL
  • Fábio Carvalho Nobre Centro Universitário Tiradentes\UNIT-AL
  • Meglorem Maciel da Silva Centro Universitário Tiradentes\UNIT-AL
  • Bruna Antonielly Vanderlei Paulino Centro Universitário Tiradentes\UNIT-AL
  • Anna Thereza Peroba Rezende Ramos Centro Universitário Tiradentes\UNIT-AL
  • Laís Lemos Cabral Centro Universitário Tiradentes\UNIT-AL
Palavras-chave: Clareamento dental, Estética dentária, consultório odontológico.

Resumo

INTRODUÇÃO: O clareamento dental tem sido um dos procedimentos estéticos mais procurados por indivíduos que buscam à alteração da cor dental, a fim de um sorriso mais harmônico. Duas técnicas bastante utilizadas são a do clareamento caseiro e a de consultório, porém, essas geram bastante dúvidas tanto no meio científico, quanto ao paciente sobre qual ser a mais eficaz. OBJETIVO: Este estudo teve como objetivo revisar a literatura acerca da eficácia entre a técnica de clareamento caseiro e com luz. METODOLOGIA: Foi realizada uma revisão integrativa, por meio de pesquisas nas bases de dados LILACS e SCIELO, utilizando o operador boleano AND, sendo critério de inclusão, artigos publicados entre 2008 e 2018, nos idiomas: português e inglês, disponíveis na íntegra. À realização dos levantamentos bibliográficos ocorreu no mês de outubro de 2018. RESULTADOS: Analisaram-se quinze artigos que atenderam aos critérios de inclusão. Os artigos revisados mostraram que ambas as técnicas são eficazes, cada uma possuindo sua indicação, e o correto uso por parte do cliente o fator principal para o sucesso do tratamento. CONCLUSÃO: Ambas as técnicas são eficazes, sendo a escolha do gel, concentração, técnica e tempo de uso fator determinante no resultado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jadson Mathyas Domingos da Silva, Centro Universitário Tiradentes - UNIT AL
Acadêmico de Odontologia pelo Centro Universitário Tiradentes\UNIT-AL
Fábio Carvalho Nobre, Centro Universitário Tiradentes\UNIT-AL
Acadêmico de Odontologia pelo Centro Universitário Tiradentes\UNIT-AL
Meglorem Maciel da Silva, Centro Universitário Tiradentes\UNIT-AL
Acadêmica de Odontologia pelo Centro Universitário Tiradentes\UNIT-AL
Bruna Antonielly Vanderlei Paulino, Centro Universitário Tiradentes\UNIT-AL
Acadêmica de Odontologia pelo Centro Universitário Tiradentes\UNIT-AL
Anna Thereza Peroba Rezende Ramos, Centro Universitário Tiradentes\UNIT-AL
Graduada pela Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Alagoas - Foufal (2013). Curso de aperfeiçoamento em Dentística Restauradora e Estética concluído (2013). Especialista em Dentística Restauradora pela ABO-AL (2015). Mestre em Ciências Odontológicas com ênfase em Dentística Restauradora - Universidade Estadual de São Paulo - Unesp (2017). Curso de aperfeiçoamento em Reabilitação Oral sobre Implantes na APCD/Araraquara, e Reabilitação Orofacial concluído (2017). e Doutoranda em Ciências Odontológicas com com área de concentração em Dentística Restauradora - Universidade Estadual de São Paulo "Júlio de Mesquita Filho" - Unesp.
Laís Lemos Cabral, Centro Universitário Tiradentes\UNIT-AL
Possui graduação em Odontologia pelo Centro Universitário CESMAC (2009). Especialização em Dentística Restauradora com ênfase em Estética pelo Centro de Pesquisas Odontológicas São Leopoldo Mandic- SP. É Professora Assistente da Graduação nas disciplinas de Dentística e Estágio Supervisionado de Odontologia do Centro Universitário Tiradentes UNIT-AL. Atualmente é Mestranda em Clínicas Odontológicas pelo Centro de Pesquisas Odontológicas São Leopoldo Mandic- SP. Atua em Clínica Odontológica Particular.

Referências

AYRES, Ana Paula Almeida et al. Avaliação da microdureza do esmalte dental bovino após técnicas de clareamento caseiro, de consultório e a associação das técnicas com agentes de baixa e alta concentração de peróxidos. RPG, Rev. pós-grad., São Paulo , v. 19, n. 4, dez. 2012 . Disponível em http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010456952012000400002&lng=pt&nrm=iso>. acesso em 25 out. 2018;

BARBOSA, Dayse Cardoso et al. Estudo comparativo entre as técnicas de clareamento dental em consultório e clareamento dental caseiro supervisionado em dentes vitais: uma revisão de literatura. Revista de Odontologia da Universidade Cidade de São Paulo, 2015, V. 27, n. 3, p. 244-52, set.dez.;

BARREIROS de; Francisconi, Paulo Afonso Silveira; Pires, Humberto Carlos. Avaliação do desgaste produzido em esmalte por cremes dentais clareadores. Rev. Odontol. Araçatuba (Online); 30(2): 9-13, jul. dez. 2009;

BETTIN, Felipe Larizza; Britto, Maria Letícia Borges; Nabeshima, Cleber Keiti. Avaliação da temperatura na câmara pulpar durante clareamento dental externo com diferentes fontes deluz e materiais clareadores. Arq Cent Estud Curso Odontol Univ Fed Minas Gerais; 46(1): 11-16, 2010;

BERNARDON, Jussara K; Sartori, Neimar; Ballarin, Andressa; Perdigão, Jorge; Lopes, Guilherme Carpena; Baratieri, Luiz Narciso. Oper Dent; 35(1): 3-10, 2010 Jan-Fev;

BOAVENTURA, Juliana Maria Capelozza et al. Microdureza e rugosidade superficial do esmalte submetido ao clareamento – uma revisão de literatura. Revista de Odontologia da Universidade Cidade de São Paulo, 2011; 23(2): 162-70, mai-ago;

CANEPPELI, Taceiana Marques Ferraz et al. Influência da embebição dental em substâncias com corantes na eficácia do clareamento dental com peróxido de carbamida a 16%. Arquivos em Odontologia, V. 45, n. 04, Out.Dez., 2009;

CARNEVALLI, Breno; Ferreira, Marina Beloti; Carvalho, Elaine Manso Oliveira Franco de. Avaliação do clareamento dental exógeno por meio de fotografia digital. Rev.odontol. UNESP, 39(1): 9-13, jan.-fev. 2010.

FLOREZ, Fernando Luis Esteban, et al. ScanWhite: método objetivo para avaliação do nível de clareamento dentário. Rev. dental press estét., Jul-Dez. 2012;

GARCIA, Eugenio jose; KOSE, Carlos; REIS, Alessandra; LOGUER, Alessandro Dourado. Associação de técnicas para diminuição da sensibilidade advinda do clareamento caseiro. Rev. Dental Press Estét. 2012 out-dez;9(4):106-12.

MAIA, A. C. L; CATÃO, M. H. C. de V. Clareamento Dental Laser (470 nm) e Led com Peróxido de Hidrogênio. R bras ci Saúde 14(1): 99-108, 2010;

MATIS, B.A, WANG G, M. J. I, COOK, N. B, ECKERT, G. J. White diet: is it necessary during tooth whitening? Oper Dent. 2015 May-Jun; 40 (3): 235-40;

MARSON, Fabiano Carlos; Conceição, Ewertow Nocchi; Briso, André Luiz Fraga. Avaliação clínica da nova técnica de clareamento no consultório sem remoção do gel clareador. Rev. dental press estét; 8(3): 108-115, jul.-set. 2011;

MENDES, Karina Dal Sasso; SILVEIRA, Renata Cristina de Campos Pereira; GALVAO, Cristina Maria. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto contexto - enferm., Florianópolis , v. 17, n. 4, p. 758-764, 2008;

MODELLI, Rafael Francisco Lia; Francisconi, Paulo Afonso Silveira. Técnica mista: clareamento dentário e microabrasão: relato de caso clínico. Rev. dental press estét; 8(2): 89-95, abr.jun. 2011;

MOURO, Ellen N. et al. Influência do clareamento dental fotoativado na resistência da união adesiva ao esmalte. ROBRAC; 20 (53) jul. 2011;

NAHSAN, Flávia Pardo Salata et al. Influência de agentes clareadores na rugosidade superficial do esmalte. Revista Dental Press de Estética. v. 9, n. 4, p. 80-87, out./dez. 2012;

PENHA, Elizandra Silva da et al. Avaliação de diferentes sistemas de clareamento dental de consultório. RFO, Passo Fundo, v. 20, n. 3, p. 281-286, set./dez. 2015;

PINHEIRO, Helena Bulamarque et al. Análise microestrutural do esmalte tratado com peróxido de hidrogênio e carbamida. RGO - Rev Gaúcha Odontol., Porto Alegre, v.59, n.2, p.215-220, abr./jun., 2011;

PINI, Núbia Inocencya Pavesi, et al. Clareamento dentário associado à aplicação de fosfopeptídio de caseína-fosfato de cãlcio amorfo (CPP-ACP): relato de caso. Revista dental press estét; 9(3): 60-69, Jul-Dez. 2012.

REICHERT, Leandro Azambuja et al. Estudo Comparativo In Vitro da Eficácia de Clareadores Para Uso em Moldeiras e Em Consultório. Stomatos, V. 16, n. 31, Jul.Dez. 2010;

SILVA, Flávia M. M; Nacano, Lilian G; Pizi, Eliane C. Gava. Avaliação clínica de dois sistemas de clareamento dental. ROBRAC; 21 (57)out. 2012;

TOLEDO, Fabiane Lopes et al.. Estudo comparativo in vitro da eficácia de clareadores para uso em moldeiras e em consultório. Stomatos; 16(31): 14-22, jun.-dez. 2010;

TOSTES, Naiara Evangelista; Baptista, Nahiara Barbato; Carvalho Júnior, Oscar Barreiros de; Francisconi, Paulo Afonso Silveira; Pires, Humberto Carlos. Avaliação do desgaste produzido em esmalte por cremes dentais clareadores. Rev. Odontol. Araçatuba (Online); 30(2): 9-13, jul. dez. 2009;

XAVIER, Rafael Canzi Almada de Paula et al. Avaliação da rugosidade do esmalte de dentes bovinos clareados com e sem ativação por laser. RSBO v. 6, n. 1, 2009.

Publicado
2020-04-13
Como Citar
Domingos da Silva, J. M., Nobre, F. C., da Silva, M. M., Vanderlei Paulino, B. A., Peroba Rezende Ramos, A. T., & Cabral, L. L. (2020). CLAREAMENTO CASEIRO OU CLAREAMENTO DE CONSULTÓRIO: QUAL A TÉCNICA MAIS EFETIVA?. Caderno De Graduação - Ciências Biológicas E Da Saúde - UNIT - ALAGOAS, 6(1), 33. Recuperado de https://periodicos.set.edu.br/fitsbiosaude/article/view/6545
Seção
Artigos