TRATAMENTO ODONTOLÓGICO NA GESTANTE COM DIABETES GESTACIONAL

  • Samara Laffayette Clemete Acadêmica do Curso de Odontologia pela Centro Universitário Tiradentes de Pernambuco – UNIT-PE.
  • Laísa Palloma Ximenes Acadêmica do Curso de Odontologia pela Centro Universitário Tiradentes de Pernambuco – UNIT-PE.
  • Kátia Virgínia Guerra Botelho Cirurgiã – Dentista; Doutora em Nutrição; Professora do curso de bacharelado em Odontologia, Centro Universitário Tiradentes de Pernambuco – UNIT-PE.
Palavras-chave: Xerostomia. Eritema. Decúbito Lateral. Segundo Trimestre

Resumo

A gestação é um estado singular e valioso no ciclo de vida da mulher. Por ser um processo que envolve mudanças fisiológicas e psicológicas complexas que trazem modificações para o organismo feminino e afetam sensivelmente a saúde da mulher. As gestantes constituem pacientes de temporário risco odontológico devido às mudanças psicológicas, físicas e hormonais, que criam condições adversas no meio bucal. O atendimento odontológico é um assunto muito controverso, principalmente em função dos mitos que são baseados em crenças antigas sem fundamentação científica, tanto por parte da gestante quanto por parte dos cirurgiões-dentistas. Deste modo, esta pesquisa teve por objetivo realizar por meio da literatura científica uma revisão sobre o tratamento odontológico em gestante com diabetes gestacional. Foi possível observar que que dentre as principais manifestações bucais das pacientes com diabetes gestacional estão a xerostomia, glossodínia (ardor na língua), eritema e distúrbios de gustação, irritação da mucosa oral, alterações de flora, com predomínio de Cândida albicans. O diabetes leva a um aumento da acidez do meio bucal, aumento da viscosidade e diminuição do fluxo salivar, os quais são fatores de risco. O tratamento odontológico à gestante com diabetes gestacional é possível e recomendado, entretanto durante este período ocorrem diversas alterações fisiológicas que devem ser conhecidas e consideradas no tratamento odontológico. O segundo trimestre de gestação é o mais indicado ao tratamento odontológico, devendo a gestante ser atendida em qualquer período quando o tratamento requerer urgência. A melhor posição de atendimento à gestante é o decúbito lateral.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-08-12
Como Citar
Clemete, S. L., Ximenes, L. P., & Botelho, K. V. G. (2019). TRATAMENTO ODONTOLÓGICO NA GESTANTE COM DIABETES GESTACIONAL. Caderno De Graduação - Ciências Biológicas E Da Saúde - UNIT - PERNAMBUCO, 4(2), 69. Recuperado de https://periodicos.set.edu.br/facipesaude/article/view/7745
Seção
Artigos