A ADOÇÃO TARDIA SOB A PERSPECTIVA DO PRINCÍPIO DO MELHOR INTERESSE DO MENOR

  • José Luciano Pires Lima Acadêmico do Curso de Bacharelado em Direito do Centro Universitário Tiradentes – UNIT/PE.
  • Glauber Salomão Leite Mestre e Doutor pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – USP/SP.
Palavras-chave: Adoção, Adoção Tardia, Melhor Interesse do Menor, Ordenamento Jurídico Brasileiro

Resumo

A presente pesquisa trata da adoção tardia sob a perspectiva do princípio do melhor interesse do menor. Ela apresenta a busca pela quebra do paradigma de que a adoção deve ocorrer sob a ótica de que deva existir uma criança para um lar e não um lar para uma criança, ou seja, ela busca quebrar a ideia de que a família vem primeiro para trazer à tona a necessidade de que a criança deve ser a protagonista da adoção, bem como quebrando a ideia de que a adoção de crianças que não se enquadram nos padrões seria sinônimo de problemas. A metodologia utilizada foi a da pesquisa bibliográfica.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-08-12
Como Citar
Lima, J. L. P., & Leite, G. S. (2019). A ADOÇÃO TARDIA SOB A PERSPECTIVA DO PRINCÍPIO DO MELHOR INTERESSE DO MENOR. Caderno De Graduação - Humanas E Sociais - UNIT - PERNAMBUCO, 4(2), 61. Recuperado de https://periodicos.set.edu.br/facipehumanas/article/view/7754
Seção
Artigos