ATUAÇÃO DO(A) PEDAGOGO(A) EM PRÁTICAS DE PROMOÇÃO DA SAÚDE EM CONTEXTOS EDUCATIVOS NÃO ESCOLARES

  • José Leonardo Rolim de Lima Severo Universidade Federal da Paraíba
  • Negla Santos Queiroga Universidade Federal da Paraíba
Palavras-chave: Pedagogia, Pedagogo(a), Educação Não Escolar, Promoção da Saúde.

Resumo

O artigo apresenta dados e reflexões de uma pesquisa que teve como objetivo investigar finalidades e características que configuram a atuação de pedagogos(as) no contexto da Educação Não Escolar para a promoção da saúde em instituições localizadas na cidade de João Pessoa - Paraíba. Os elementos teóricos se configuram através das concepções do sentido da Pedagogia enquanto Ciência da Educação, do campo da Educação Não Escolar e dos processos de Promoção da Saúde. O desenho metodológico do estudo empírico incluiu mapeamento de instituições, aplicação de questionário estruturado e realização de entrevistas semiestruturadas junto a 8 (oito) pedagogas. Os dados foram tratados através da Análise Categorial de Conteúdo. Foi possível refletir sobre elementos da formação acadêmica, identidade profissional e trabalho pedagógico das pedagogas atuantes em espaços não escolares para a promoção da saúde, apontando para a necessidade de que os currículos dos cursos de Pedagogia sejam fundamentados uma base formativa mais ampla e inclusiva, orientada para diferentes formas de manifestação do trabalho pedagógico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Leonardo Rolim de Lima Severo, Universidade Federal da Paraíba
Doutor em Educação. Professor do Departamento de Habilitações Pedagógicas e Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal da Paraíba. Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Pedagogia, Trabalho Educativo e Sociedade.
Negla Santos Queiroga, Universidade Federal da Paraíba
Analista de Sistemas pela Universidade Federal de Campina Grande e graduanda em Pedagogia pela Universidade Federal da Paraíba. Estudante vinculada ao Grupo de Estudos e Pesquisas em Pedagogia, Trabalho Educativo e Sociedade.

Referências

ALVES, Cristovam da Silva; GATTI, Bernadete; Cunha, Delcimar de O. et al. Identidade profissional de professores: um referencial para pesquisa. Educação e Linguagem, Perdizes, Editora Metodista, Ano 10, n.15, Jan./Jun., 2007.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2010.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de Graduação em Pedagogia. Resolução n°1 de 15 de maio de 2006. Brasília: MEC, 2006.

______. Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa. Departamento de Apoio à Gestão Participativa. Caderno de educação popular e saúde. Brasília, 2007. 160 p. (Série B: Textos Básicos de Saúde).

______. Ministério da Saúde. Portal do Ministério da Saúde. Disponível em: <http://portalms.saude.gov.br/sistema-unico-de-saude>. Acesso em: 01 de Agosto de 2018.

CARO, Sueli Maria Pessagno; CAMOSSA, Denise Amaral. Promoção em saúde e educação sociocomunitaria. Série-Estudos - Periódico do Programa de Pós-Graduação em Educação da UCDB, [S.l.], p. 107-128, nov. 2014. ISSN 2318-1982. Disponível em: <http://www.serie-estudos.ucdb.br/index.php/serie-estudos/article/view/747> . Acesso em: 18 fev. 2018.

HOUSSAYE, Jean. Para uma definição da pedagogia. In: HOUSSAYE, Jean. SOËTARD, Michel. HAMELINE, Daniel. FABRE, Michel. Manifesto a favor dos pedagogos. Porto Alegre: Artmed, p. 9 - 45, 2004.

LIBÂNEO, José Carlos. Pedagogia e pedagogos: inquietações e buscas. Educar em Revista. Curitiba, Editora da UFPR, Educar, n. 17, p. 153-176. 2001.

MEYER, Dagmar Estermann; FELIX Jeane; VASCONCELOS Michele de Freitas. Por uma educação que se movimente como maré e inunde os cotidianos de serviços de saúde. Interface, Botucatu, 2013.

MOURA, Eliane Perez Gonçalves de; ZUCCHETTI, Dinora Tereza. Socialização escolar, educação não escolar e (con)formação de sujeitos. Revista Contrapontos - Eletrônica, Vol. 14, n. 2, p. 339 – 352, Mai./Ago., 2014.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. O desafio do conhecimento. Metodologia de Pesquisa Social (Qualitativa) em saúde. Rio de Janeiro; 1989. [Tese de doutorado – Escola Nacional de Saude Pública da Fiocruz].

SERRANO, Francisco José del Pozo. Educación Social para la Salud: Proyección, acción y profesilionalización. Revista médica de Risaralda, Risaralda, Revistas UTP, vol. 19, n. 1, Abril, 2013.

SEVERO, José Leonardo Rolim de Lima. Pedagogia e Educação Não Escolar no Brasil: critica epistemológica, formativa e profissional. 2015. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal da Paraíba.

______. Educação não escolar como campo de práticas pedagógicas. Rev. Bras. Estud. Pedagog., Brasília, v. 96, n. 244, p. 561-576, Dec. 2015.

SHIMITZ, Taís. O pedagogo e a educação contemporânea: muitos desafios. Curitiba: Intersaberes, cap. 1, p.13 - 25, 2013.

VINCENT, Guy; LAHIRE, Bernard; THIN, Daniel. Sobre a história e a teoria da forma escolar. Educação em Revista, Belo Horizonte, n. 33, p. 7-47, 2001.

Publicado
2020-04-02
Como Citar
Rolim de Lima Severo, J. L., & Queiroga, N. S. (2020). ATUAÇÃO DO(A) PEDAGOGO(A) EM PRÁTICAS DE PROMOÇÃO DA SAÚDE EM CONTEXTOS EDUCATIVOS NÃO ESCOLARES. Interfaces Científicas - Educação, 8(3), 55-68. https://doi.org/10.17564/2316-3828.2020v8n3p55-68
Seção
Artigos