[1]
Pellenz, M. e Debastiani, A.C. 2015. JUSTIÇA RESTAURATIVA E RESOLUÇÃO DOS CONFLITOS FAMILIARES. Interfaces Científicas - Direito. 3, 3 (maio 2015), 35–46. DOI:https://doi.org/10.17564/2316-381X.2015v3n3p35-46.