Crime passional: a mulher de vítima a criminosa

  • Hortência de Abreu Gonçalves Universidade Tiradentes - UNIT/SET, Brasil
  • Andrea Miranda
  • Andressa Alves
  • Carolline Professor
  • Gabriela Vilar
  • Ingrid de Magalhães Porto
Palavras-chave: Crime Passional, Ciúme, Mulher, Agressora

Resumo

O crime passional normalmente acontece motivado pelo ciúme e sentimento de posse nas relações conjugais. Trata-se de um tipo de homicídio qualificado previsto no artigo 121 §1 do Código Penal, tendo como principais atenuantes motivo torpe e fútil. Os registros de criminosos dessa categoria de crime, em sua maioria são compostos por homens. A pesquisa objetivou ​demonstrar de que forma o crime passional acontece, sua motivação e em quais circunstâncias geralmente ocorre. A metodologia utilizada contemplou o levantamento de fontes bibliográficas, na forma de artigos publicados entre 2007 e 2013, os quais foram submetidos à técnica de fichamento. Constatou-se que nas últimas décadas, o crime passional tem ocorrido com mais frequência, incluindo-se nesse cenário, a mulher como autora, apesar de ainda ser mais comum o criminoso passional do sexo masculino. Quanto ao perfil da agressora, trata-se de uma pessoa normalmente possessiva, vaidosa, insegura e ciumenta.  Além disso, ressalta-se que o aspecto social e cultural que leva a ocorrência desse tipo de crime, em algumas ocasiões, resulta do fato de a mulher na sociedade atual ter deixado de ser um ser submisso a vontades de outrem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Hortência de Abreu Gonçalves, Universidade Tiradentes - UNIT/SET, Brasil

Licenciado e Bacharel em História-UFS; Mestre em Sociologia-UFS; Mestre em Geografia-UFS; Doutor em Geografia-UFS; Pós-doutor em Estudos Culturais pelo PACC/FCC/UFRJ.

 

 

Publicado
2014-03-24
Como Citar
Gonçalves, H. de A., Miranda, A., Alves, A., Professor, C., Vilar, G., & Porto, I. de M. (2014). Crime passional: a mulher de vítima a criminosa. Caderno De Graduação - Ciências Humanas E Sociais - UNIT - SERGIPE, 2(1), 101-109. Recuperado de https://periodicos.set.edu.br/cadernohumanas/article/view/1287
Seção
Artigos